5 dicas pro exercício físico virar um hábito

man working out

Ah, a clássica promessa de réveillon: “esse ano vou me exercitar mais”, ou “vou começar a fazer academia”. A gente cria uma expectativa de novos hábitos, mas a empolgação vai se esvaindo quando os exercícios começam, às vezes até antes disso. Por isso que as academias lotam em janeiro, mas no mês seguinte já tem uma boa parte que desistiu de ir.

Realmente, criar esse hábito não é fácil. Existem várias formas de se desanimar com o processo. Às vezes achamos o exercício chato, ou então a rotina do dia nos esgota tanto que nem pensamos em qualquer outra atividade. Às vezes nos decepcionamos com a demora de resultados estéticos, como o emagrecimento. Às vezes sentimos tanta dor nos primeiros dias de atividade, que achamos que não vale a pena continuar.

Desenvolver uma rotina de exercícios é difícil, mas não impossível. Dá pra vencer essas barreiras e desânimos por um bem maior: sua saúde. Além, é claro, de dar aquela elevada na autoestima. É por isso que vamos te dar algumas dicas de como tornar esse processo um pouco mais organizado pra facilitar seu desempenho…

1) Supere as dores

Uma das primeiras reações negativas que as pessoas têm no começo do processo de se exercitar é o surgimento das dores. Se você não praticava nenhum exercício e começou a subir escadas, correr na esteira, pegar peso ou qualquer outra prática, seu corpo vai estranhar, não tem jeito. O problema é que ao sentir as dores, muitos desistem. Imagina fazer uma corrida e ter que passar o dia seguinte inteiro morrendo de dores nas pernas? A rejeição ao exercício é criada facilmente.

É preciso, no entanto, entendermos que é um processo pelo qual nosso corpo precisa passar pra se acostumar com essas atividades. Acredite, em pouco tempo você vai parar de sentir as dores, e o exercício vai se tornar algo mais natural e prazeroso.

dores

2) Procure algo que você goste

Se você tem alguma curiosidade ou interesse em alguma atividade física, comece tentando praticá-la. Se não pensa em nenhuma, teste algumas até achar a que mais combina com você.

Um esporte ou uma luta podem ser opções pra quem não se interessa tanto pelos exercícios convencionais de academia. Você pode também, como comentei acima, começar subindo e descendo escadas, caminhar ou correr pela sua rua, procurar atividades que possam ser feitas dentro de casa.

Lembre-se: qualquer exercício é melhor do que nenhum!

luta

3) Ouça as pessoas, mas nem tanto

É sempre bom ter “parceiros de treino”, ou simplesmente pessoas que te deem dicas sobre academia, esporte, ginástica, etc. Nem sempre, porém, essas dicas serão exatamente úteis pra você. Elas podem ter tido um resultado excelente fazendo alguma atividade específica, e vai te indicar fazê-la também, na melhor das intenções. Você pode tentar, e é interessante que faça isso, mas nem sempre o que serviu pra um, servirá pra outro.

“Você TEM que fazer crossfit, é a melhor coisa do mundo!” Pode ser, mas não necessariamente é. Tente fazer coisas diferentes, mas não desanime se não se identificar com o tipo de exercício que alguém te indicou.

ouça

4) Se programe

Não faça do seu exercício físico algo que você faz só se tiver tempo. Assim será muito difícil criar uma rotina. Tente encaixar no seu dia a dia um período fixo para se exercitar e respeite essa programação. Se você deixar pra fazer “quando der”, vai aparecer outro compromisso aparentemente mais interessante na hora, pode ter certeza.

Encontre o melhor horário do seu dia e marque na agenda, no celular, um lembrete, qualquer coisa! Quando você começar a tentar, irá descobrir o horário que mais gosta pra se exercitar. Caso não tenha muita escolha, busque acordar um pouco mais cedo ou chegar um pouco mais tarde em casa. Vai valer a pena!

Organize algumas roupas exclusivas pra se exercitar também. Isso vai ajudar no seu planejamento e melhorar seu desempenho, já que existem roupas dedicadas para essas atividades. Por baixo, é claro, vai de bunker: ela tem um tecido com tecnologia antiodor e ainda te ajuda a transpirar menos!

Importante: se você conseguiu, por exemplo, apenas 30 minutos do seu dia pra praticar exercícios, celebre isso mesmo assim! Não desanime por achar que é pouco tempo e que não vai fazer diferença. Faz sim!

se programe

5) Simplesmente se mexa

Um dos erros de quem não tem costume de fazer atividades físicas é achar que a disposição virá naturalmente. Infelizmente isso não acontece. É preciso passar por cima da preguiça, desânimo, cansaço e simplesmente se mexer. Não espere que haja aquela vontade surpreendente de se exercitar.

Evite pensamentos desestimulantes, tente não ficar imaginando o caminho até a academia, o tempo que você vai ficar na rua, ou coisas relativamente mais prazerosas que poderia fazer nesse tempo. Tudo isso vai te causar desânimo e vai sabotar seu processo. Pense no seu objetivo, na sua meta, no seu ideal para com a atividade. Ou então não pense em nada, só vá!

se mexa

Encontre algo que você goste de fazer, se organize e logo logo você vai dominar a dor e o desânimo. Não é fácil começar, mas acredite, daqui a pouco vai ser difícil parar de se exercitar! Você já faz exercícios ou vai começar agora?